Supply Chain Finance: Entenda o que é e suas vantagens para a empresa!

Supply Chain Finance: Entenda o que é e suas vantagens para a empresa!
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Share on facebook

Você sabe o que significa Supply Chain? Ou a diferença entre ele e o Supply Chain Finance? Aqui vamos te explicar tudo sobre esses pontos, e ainda falaremos sobre o processo de Risco Sacado. Acompanhe o texto!

 

Supply Chain é um termo já muito conhecido e utilizado para falar sobre Cadeia de Suprimentos, esta tem como objetivo mostrar todo o processo e caminho realizado até a entrega de um produto ao cliente final.

Então, começamos com a retirada da matéria prima, a industrialização deste material, o transporte até o comercializador e o envio até o comprador.

É claro que este processo envolve uma série de departamentos específicos como fabricantes, armazéns, distribuidores e varejistas.

Para que esse processo ocorra da forma correta, é imprescindível que a empresa tenha uma Gestão de Cadeia de Suprimentos, ou como também é chamado, Supply Chain Management.

 

Quando esses processos são feitos com excelência e otimizados, a tendência é que o tempo de produção comece a ser mais rápido e o custo dessa produção também é reduzido, é aí que surge uma grande oportunidade nas empresas, trata-se do Supply Chain Finance, traduzido para o português, Financiamento da Cadeia de Suprimentos.

O que é Supply Chain Finance?

Também conhecido pela sigla SCF, podemos defini-lo como boas práticas e estratégias para diminuir os riscos sobre a gestão do capital de giro de uma empresa quanto a liquidez investida neste capital de giro.

De forma mais clara, o SCF tem como principal objetivo instituir uma relação de ganha-ganha, onde o fornecedor busca receber o valor da nota emitida à empresa compradora de forma mais rápida e a empresa compradora busca um alongamento no prazo de pagamento desta nota para melhorar seu fluxo de caixa.

Porém, é importante ter em mente que o Supply Chain Finance não é um empréstimo. Ele é a unificação de toda a cadeia produtiva, visualizando-a através do departamento financeiro.

As empresas podem utilizar o SCF para o aumento do capital nas cadeias produtivas, diminuição na dependência de um capital de giro, obtenção de recursos, flexibilização no prazo de pagamento, encurtamento no prazo de recebimento para fornecedores e redução de custos para acesso ao crédito

Quais são as vantagens que o Supply Chain Finance oferece?

Como o principal objetivo do SCF é favorecer tanto o começo quanto o final da cadeia de suprimentos, podemos dividir essas vantagens para empresas e fornecedores.

 

Para empresas:

 

  • Alongamento no prazo de pagamento das notas fiscais
  • Maior poder de negociação de descontos ou condições especiais
  • Melhoria no fluxo de caixa
  • Melhoria na administração do capital de giro
  • Melhorias na relação de gestão com fornecedores
  • Melhorias na liquidez

 

Para Fornecedores:

 

  • Antecipação de pagamento das notas fiscais emitidas
  • Poder aumentar o capital de giro da empresa
  • Melhorias no fluxo de caixa
  • Poder ter uma relação de mais segurança com os clientes
  • Acesso facilitado a crédito
  • Benefícios fiscais como isenção do IOF e outros

 

É por todas essas vantagens que chamamos o SCF de relação ganha-ganha!

Como funciona o Supply Chain Finance na prática?

Vamos entender como esse processo funciona na prática!

 

Para que o Supply Chain Finance possa ser realizado, são necessários 3 componentes: a empresa compradora, o fornecedor e uma instituição financeira. 

Enquanto a empresa compradora consegue um alongamento no prazo de pagamento, o fornecedor consegue antecipar esse recebimento mediante o desconto de uma taxa muito menor do que um empréstimo, por exemplo, para a instituição financeira.

Mas, também é possível realizar esse processo sem a instituição financeira, desta forma a empresa compradora faz a antecipação utilizando seu próprio caixa, rentabilizando-o com o juros que o fornecedor pagaria para esta instituição.

Para o fornecedor, realizar a antecipação neste segundo cenário não muda em nada, porém para a empresa compradora, é uma grande oportunidade de aumentar os ativos financeiros e rentabilizar o seu caixa próprio.

Como contratar o Supply Chain Finance em sua empresa?

Antes da contratação ser concretizada, é importante analisar com qual instituição ela será realizada: com bancos, fintechs, factorings ou FIDCs. Nesta análise é importante entender o os benefícios de cada uma e como elas agregam valor a sua cadeia de fornecedores.

Após isso, é necessário realizar o cadastro de todos os fornecedores da sua empresa com a instituição escolhida, a fim de liberar a antecipação de notas para os mesmos.

Pronto, sua empresa está pronta para começar o Supply Chain Finance!

Supply Chain Finance e Risco Sacado, qual a ligação?

Você sabia que Supply Chain Finance e Risco Sacado são a mesma coisa? É normal encontrar os dois termos sendo muito utilizados no mercado, mas não se assuste, eles falam sobre a mesma coisa!

Conclusão

Vimos que o principal objetivo do Supply Chain Finance é aproveitar a oportunidade de criar uma relação ganha-ganha na cadeia de suprimentos da empresa, através da antecipação de pagamento de notas fiscais para fornecedores e alongamento do pagamento destas mesmas notas para compradores.

Esse processo pode acontecer tanto utilizando o caixa próprio da empresa compradora quanto através de instituições bancárias.

Tanto para as empresas quanto para os fornecedores, o SCF representa um alívio no fluxo de caixa, otimização da cadeia de suprimentos e uma grande oportunidade de acesso a crédito!

 

Ficou interessado em colocar tudo isso em prática na sua empresa? Fale agora mesmo com nossos especialistas em crédito!

Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Share on facebook

Copyright 2021. Uma solução Finnet S/A.

Rua Pamplona, 145 - 1 andar